segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Tony Robert-Fleury (1838-1912) - Philippe Pinel à la Salpêtrière



Seu passaporte:

licença para descer ao pátio.

Sua bagagem:

duas sacolas plásticas
recheadas com biscoitos balas
salgadinhos e chocolates.
Uma toalha de rosto
e todos os sonhos
mortos do mundo.

No bolso do avental
vinte e dois reais
e um maço de cigarros.

Cantamos.

Disse que era dona de uma ONG
precisava comprar presentes para as crianças....

Nos despedimos.

Do portão,
ainda a vi negando cigarros
e dançando com outra interna.






Nancy








terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Hoje depois da meia noite ( já será quarta, é) estaremos na Livraria Cafeteria e Tabacaria LETRAS & EXPRESSÕES fazendo músicas, lendo poemas, enfim...

Esse projeto já existe há algum tempo.

Lerei alguns poemas de minha autoria e cantarei um Blues que fiz com o Poema de RODRIGO GARCIA LOPES... podem rolar alguns improvisos também....

Pois é... pra quem estiver no Rio.....

A Livraria fica ao lado da Praça CAZUZA (bem sugestivo). Av. Ataulfo de Paiva, 1292 - Leblon.

Sim tem cerveja... com o calor que está aqui, não dá pra ficar sem praia e cerveja Ok.

Inté....





quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Oswaldo Coyote, Teatro, Losnak, Minhas poesias.....

Acima meu amigo, um dos maiores gaitistas que temos: Oswaldo Coyote. Gravou o CD Coyote Valvulado, também nome de sua banda.

Eu tinha seu contato aqui e lógico, assim como em Londrina, já começamos a nós entender nos trabalhos. Ontem "cantei' um poema do Paulo Leminski com o coyote me acompanhando.

Foi muito bom, e recebi altos elogios do senhor Jorge Ben Jor - o que me emocionou e orgulhou demais pois sou fã de carteirinha do cara. Jorge disse além de outras coisas maravilhosas, que cantei blues como uma cantora americana(rrsrsrs)... sei lá...

Para terça que vem cantarei mais um Blues que fiz com um poema do Rodrigo Garcia lopes - Rito, e lerei alguns poemas Meus.



Antes, encontrei em outro evento, no bar (rsrsrsr) é que perdi o lançamento do livro do Armazém - trânsito cruel com chuva - então encontrei meu querido amigo de Londrina Marcos Losnak e ainda o Júnior - ator, amigão de Sampa - estudamos juntos.


Mudando de assunto, no domingo fui assistir a peça do Marco Nanine (convite - minha amiga Marcela Cruz foi aderecista do espetáculo).

Não me acostumo com teatro dentro de shopping.... que coisa esquesita..... aqui no Rio isto é comum. Mas eu não gosto.... mesmo dentro da sala teatral o clima de shopping permanece. Não sinto o cheiro do teatro... não sinto aquela energia ritualistica, mágica... enfim....

Estou numa Lan...tá duro digitar.. duro mesmo (rsrsrs)...

Chove bastante por aqui....

Inté.....

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010


toda toda

sombra
na areia

dato

toda toda

pétala

abstrata

tua






Nancy - 5/12





quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

foto net - vista do mar - Floresta Penhasco Dois Irmãos RJ




O Rio de Janeiro continua lindo e as pessoas agora sorriem.

Estou hospedada na casa de minha mais que amiga Marcela. Ela mora dentro da Reserva Parque Florestal do Penhasco dois Irmãos.

O lugar é fantástico. Tem-se a vista do infinito mar e vista das praias. Coisa de Louco. Uma imagem, paisagem, alucinante.

Esses dias um Mico (macaco. são muitos aqui) pegou uma borboleta. O Beto, marido da Marcela, com seu sotaque de Pernambucano, dizia pro Mico:

_ Deixe de besteira rapaz. Solte a borboleta....

Mas o Mico não a soltou. Coloco-a na boca, mastigou e engoliu. Fiquei com vontade de chorar. Meus olhos se encheram de água. O Beto virou pra mim e disse:

_ É a lei da natureza.

Sim... é a lei da natureza. Tenho um pouco de medo das cobras.

E ontem o Beto pirou na minha Gaita nova de Blues. Ganhei do Madan. Ainda está na caixa. Deixei-o tocar... agradeceu muito, parecia uma criança... toca mui bem.

Aqui está tendo um lance bem legal de música e teatro. Tivemos Lenine, Arnaldo Antunes, Adriana Calcanhoto, Zeca Baleiro, Otto etc, e, e, e, Egberto Gismonti, cujo show foi maravilhoso, de arrepiar. Aconteceu no Arco da Lapa - aberto ao público.

Hoje de manhã fui ao Hortifruti no Leblon. Andando são uns 15 minutos. Voltei pela praia. A água estava limpa, clara, azul, azul - "azul da cor do mar".

Saudades de Sampa. Ontem um cara que conheci, um Cubano, foi para minha terrinha (terrona né- rsrsrs). Mandei beijos para São Paulo.


Até mais....







sexta-feira, 26 de novembro de 2010



Estou no Rio de Janeiro desde quarta-feira. Alguns amigos e parentes estão preocupados comigo, não os tiro a razão.

Não vi nada ao vivo, a não ser no céu os helicópteros pra lá e pra cá. Ontem fui até o centro e fiquei horas por lá. Passei no Centro Cultural Banco do Brasil e outros lugares perto. Copacabana, Ipanema,Leblon, Morro dois Irmãos, etc..

Se percebe a tesão em todos os lugares por onde se passa. Na cara das pessoas: o espanto, o horror, medo, susto....

Televisores expostos em bares e comércios ficam repletos de pessoas. Muitas preocupadas com o desfecho, consequências, enfim, com tudo. Aqui todos os canais locais só falam nisto.

É uma situação delicada. Difícil até de tocar no assunto..

Estou por aqui, torcendo para nenhum inocente ficar ferido. Torcendo para que não seja tão traumático e terrível para os que não têm nada a ver com isto, e lógico, que termine logo.



sábado, 20 de novembro de 2010


O Tribunal de Justiça – SP divulgou ontem liminar que proíbe a distribuição do livro OS CEM MELHORES CONTOS BRASILEIROS DO SÉCULO a alunos de escolas públicas do Estado.



Eu, Nancy, não tenho palavras pra falar sobre este assunto (acima). É tão ridículo... é de um autoritarismo tão grande... de uma burrice tão grande.... censura em tempos de ditadura!!

E basta olhar para a internet. Tá tudo lá... também nas novelas, filmes, revistas e na própria vida. Os adolescentes de hoje conhecem muito bem o assunto. Até crianças. Às vezes na rua entro em Lans para passar um e-mail de urgência e várias vezes me deparei com molequinhos de 8 a 10 anos vendo filminhos eróticos? fotos de sexo? pornografica? mulheres nuas? transa? enfim...

E no caso do livro "Os Cem Melhores Contos Brasileiros do Século", me parece, pelo o que já andei escutando, somente o conto de Ignácio de Loyola Brandão tem tal teor... sugestão... sei lá.

Que absurdo.

To pondo abaixo o link da matéria do escrito Marcelo Rubens Paiva sobre o assunto.


http://blogs.estadao.com.br/marcelo-rubens-paiva/cega-e-burra/



quinta-feira, 18 de novembro de 2010

(John Keats)




John Keats nasceu em 1795 em Londres e faleceu aos 25 anos (1821) em Roma, de tuberculose. Como sabemos, doença de quase todos poetas Românticos.


Já havia ouvido sobre Keats mas não conhecia seus poemas. Até assistir no final de semana o filme "Brilho de uma Paixão", que narra os últimos dias do poeta vivendo uma grande paixão, um grande amor, e de onde nasceram belíssimos poemas.


E estou apaixonada por Keats (rsrsr). Vai abaixo um trecho do poema "Endymion" , traduzido pelo poeta Augusto de Campos, cujo achei e copiei do blog do também poeta e compositor Antonio Cícero.



Endymion (trecho)




O que é belo há de ser eternamente
Uma alegria, e há de seguir presente.
Não morre; onde quer que a vida breve
Nos leve, há de nos dar um sono leve,
Cheio de sonhos e de calmo alento.
Assim, cabe tecer cada momento
Nessa grinalda que nos entretece
À terra, apesar da pouca messe
De nobres naturezas, das agruras,
Das nossas tristes aflições escuras,
Das duras dores. Sim, ainda que rara,
Alguma forma de beleza aclara
As névoas da alma. O sol e a lua estão
Luzindo e há sempre uma árvore onde vão
Sombrear-se as ovelhas; cravos, cachos
De uvas num mundo verde; riachos
Que refrescam, e o bálsamo da aragem
Que ameniza o calor; musgo, folhagem,
Campos, aromas, flores, grãos, sementes,
E a grandeza do fim que aos imponentes
Mortos pensamos recobrir de glória,
E os contos encantados na memória:
Fonte sem fim dessa imortal bebida
Que vem do céus e alenta a nossa vida.








quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Ainda aqui... "Só um pouquinho" sobre violência

(bela imagem...)




Devo deixar por aqui também: ainda não fui para o Rio, estou em São Paulo... sim... adiei a ida, por vários motivos. Marcado agora para quarta-feira que vem.

Estou tentando tomar uma breja com todos meus adorados e magníficos amigos (então, ainda aqui... liguem também), mas se não der a gente se vê em janeiro pois tenho compromisso aqui no dia 06/01/2011 (que medo, que frio na barriga ... já estamos indo para 2011...).

Pensava muito esses dias, com um nó na garganta, com espasmos de indignação pelo corpo, sobre a violência. Sobre essa coisa que toma atitudes tão severas, tão desumanas, tão absurdas, cruéis, bárbaras... sei lá, acho que sabem o que digo.

Agora somam-se 32 casos de assassinatos contra "pessoas que vivem na rua" - mendigos, em Maceió. E acontece sempre em vários lugares. "É o limpar a área !"

Professores agredidos, essa semana vários casos. Alunos com revólveres dentro da escola matando colegas. Meninas enfiando faca nas outras.

Crianças sendo torturadas em escolas (criancinhas), vários casos essa semana. Sendo jogadas na parede, pisoteadas, xingadas.

Pais espancando até a morte suas crianças. Torturando até com queimaduras de cigarro.

Cuidadeiras maltratando os velhinhos. Batendo, xingando....

Por dia, POR DIA no Brasil 13 mulheres são mortas vítimas de violência doméstica (marido, namorado, noivo ou familiar) e estupro seguido de morte.

Pedófilos atuando até DENTRO DA ESCOLA. Um professor preso está semana violentou 13 crianças na escola que dá aula. E esse animal já tinha sido expulso de duas escolas. Como é que entrou nesta? Aquele outro animal que matou (com a penetração) a bebezinha de 4 meses..... são trocentos casos que aparecem por dia... POR DIA.

Mas pra mim a violência maior é a HIPOCRISIA, o egoísmo, a falta de visão, a ignorância, a falta de amor. As igrejas estão cheias de gente assim. As universidades estão cheias de gente assim. Os bares estão cheios de gente assim. As academias (de todos os gêneros) estão cheias de gente assim. Em todos os lugares deste planeta está cheio de gente assim.


E a "gente" vai seguindo tentando ser um pouco melhor. Não falar tanta merda só pra dizer que está revoltado... e sim... tentar mudar um pontinho que seja, uma ideiazinha que seja, num pedacinho que seja, do nosso quarteirão - do nosso planeta.





terça-feira, 16 de novembro de 2010




“O ESCRITOR NA BIBLIOTECA 2010” - São Paulo




Entre os convidados de novembro estão Mário Prata, Fernando Bonassi, Rodrigo Garcia Lopes, Regina Drummond, o moçambicano Ungulani Ba Ka Khosa, Ricardo Azevedo, Xico Sá, Heloísa Prieto, etc.


Criado em 1981, o projeto O Escritor na Biblioteca coloca os escritores em contato pessoal com os leitores. Através de um painel de debates, o escritor apresenta sua obra e relata suas experiências, promovendo a aproximação com os leitores e estimulando a criação literária e o gosto pela leitura.


A edição 2010 do projeto será encerrada em dezembro na Biblioteca Alceu Amoroso Lima, com uma mesa-redonda seguida pela apresentação musical baseada na obra do poeta Fernando Pessoa.



Informações e programação completa no link abaixo:



http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/cultura/bibliotecas/noticias/?p=8435






Os jornalistas e poetas Rodrigo Garcia Lopes, Marcos Losnak e Ademir Assunção, lançam a COYOTE 21.



Como sempre, está cheia de coisas bacanas.


Para saber mais e como adquirir acesse o link abaixo:


http://estudiorealidade.blogspot.com/





quinta-feira, 11 de novembro de 2010


2 poemas de Allen Ginsberg ... (que gosto muito)





Canção




O peso do mundo
é o amor.
Sob o fardo
da solidão,
sob o fardo
da insatisfação

o peso
o peso que carregamos
é o amor.

Quem poderia negá-lo?
Em sonhos
nos toca
o corpo,
em pensamentos
constrói
um milagre,
na imaginação
aflige-se
até tornar-se
humano -

sai para fora do coração
ardendo de pureza -

pois o fardo da vida
é o amor,

mas nós carregamos o peso
cansados
e assim temos que descansar
nos braços do amor
finalmente
temos que descansar nos braços
do amor.

Nenhum descanso
sem amor,
nenhum sono
sem sonhos
de amor -
quer esteja eu louco ou frio,
obcecado por anjos
ou por máquinas,
o último desejo
é o amor
- não pode ser amargo
não pode ser negado
não pode ser contigo
quando negado:

o peso é demasiado
- deve dar-se
sem nada de volta
assim como o pensamento
é dado
na solidão
em toda a excelência
do seu excesso.

Os corpos quentes
brilham juntos
na escuridão,
a mão se move
para o centro
da carne,
a pele treme
na felicidade
e a alma sobe
feliz até o olho -

sim, sim,
é isso que
eu queria,
eu sempre quis,
eu sempre quis
voltar
ao corpo
em que nasci.
________________________________________
________________________________________


UM SUPERMERCADO NA CALIFÓRNIA



Como estive pensando em você esta noite, Walt Whitman,
enquanto caminhava pelas ruas sob as arvores, com dor de ca-
beça, autoconsciente, olhando a lua cheia.
No meu cansaço faminto, fazendo o Shopping das ima-
gens, entrei no supermercado das frutas de néon sonhando com
tuas enumerações !

Que pêssegos e que penumbras ! Famílias inteiras fazendo
suas compras a noite ! Corredores cheios de maridos ! Esposas
entre os abacates, bebês nos tomates ! - e você, Garcia Lorca,
o que fazia lá, no meio das melancias ?

Eu o vi WW, s/ filhos, velho vagabundo soli-
tário, remexendo nas carnes do refrigerador e lançando olhares
para os garotos da mercearia.
Ouvi-o fazer perguntas a cada um deles; Quem matou as
costeletas de porco ? Qual o preço das bananas ? Será você meu
Anjo ?

Caminhei entre as brilhantes pilhas de latarias, seguindo-o
e sendo seguido na minha imaginação pelo detetive da loja.
Perambulamos juntos pelos amplos corredores com nosso
passo solitário, provando alcachofras, pegando cada um dos pe-
tiscos gelados e nunca passando pelo caixa.
Aonde vamos, WW ? As portas fecharão em uma
hora. Para quais caminhos aponta tua barba esta noite ?
( Toco teu livro e sonho com nossa odisséia no super-
mercado e sinto-me absurdo.)

Caminharemos a noite toda por solitárias ruas ? As ár-
vores somam sombras às sombras, luzes apagam-se nas casas, fi-
caremos ambos sós.

Vaguearemos sonhando com a América perdida do amor,
passando pelos automóveis azuis nas vias expressas, voltando
para nosso silencioso chalé ?

Ah, pai querido, barba grisalha, velho e solitário pro-
fessor de coragem, qual América era a sua quando Caronte
parou de impelir sua balsa e Você na margem nevoenta,
olhando a barca desaparecer nas negras águas do Letes ?



Tradução de Cláudio Willer
L&PM editores



terça-feira, 9 de novembro de 2010

Tom Waits - Rockpalast 1977 01 Step Right Up

Nesta tarde ensolarada (e com certeza a noite estará quente) .... um pouco de Tom Waits pra alegrar nossas peles...

segunda-feira, 8 de novembro de 2010



O sonho




O que é você?


Sou um cachorro beija-flor, acho que deu para perceber né...

É, sim, mas, não achei que existissem...

Tem razão, mas não se esqueça que está sonhando; aqui tudo pode existir...

Verdade. Mas o que quer.... seu .... cachorro..., ou beija-flor?

Na verdade, vira-lata de nascença.


Estou aqui para te dizer, que um vira-lata pode ser um beija-flor. Lambe qualquer lábio ... beija qualquer flor.


Tem outra coisa a saber, os vira-latas são legais, eu garanto... mas se for ter um vira-lata ao seu lado, prefira este sem qualquer semelhança com o dócil pássaro.


Prefira os vira-latas de verdade, que vagará contigo nas noites e será teu companheiro honesto e fiel.


E se um dia ele também quiser ser um beija-flor, ele será, sem jamais se disfarçar.



Agora, continue seus sonhos....





sábado, 6 de novembro de 2010

quinta-feira, 4 de novembro de 2010



7 números cabalísticos


7 arcanjos


7 costelações


7 maravilhas do mundo


7 planos de evolução


7 pragas do Egito


7 sacramentos


7 pecados capitais


7 notas musicais


7 vidas de uma gata


7 cores refratadas


7 anos de você e mim



(Nosso Ciclo Chega ao Fim)



Nancy M.

quarta-feira, 3 de novembro de 2010


Liberdade se conquista, não basta fazer de conta que a conquistou ......





Numa das (talvez), quatro vezes que usei a piscina do prédio. Já em casa, toda manchada de sol... "Branca" - meu apelido não é à toa (rsrsrs)









Uma das primeiras fotos que fiz quando me mudei pra este apartamento, há dois anos e meio atrás... loucura esse céu né....





terça-feira, 2 de novembro de 2010

P. Sul




Ontem estive com os Ciganos, na comunidade próxima de São Paulo, comemorando a aprovação do projeto que escrevi para o Ministério da Cultura "Culturas Ciganas".


Pela pimeira vez me vesti como cigana, e dançamos, dançamos, dançamos... foi um dia maravilhoso.




Descarregando fotos do meu celular, achei algumas de uma viagem que fiz em final de março e abril deste ano para o Pântano do Sul - Extremo Sul da Ilha de Santa Catarina. (Vão mais algumas abaixo).





Em poucos dias estarei desembarcando no Rio de Janeiro para uma temporada de ensaios e apresentaçãos do meu monólogo infantil "Fragmentozinho" - podendo durar não sei quantos dias, ou meses, ou anos... quem sabe o que mais acontecerá por lá?


Por enquanto vão as fotos do Pântano....












domingo, 31 de outubro de 2010

Paulo de Toledo




quinta-feira, 28 de outubro de 2010

by Rui Palha



Um cravo. Um cheiro. Um incenso. Um vinho. Um gosto.

Um toque. Um arrepio.

Um tempo. Um som na TV. Bombas. Inundações.

Desmoronamentos. Corpos pelo chão.

Ele deitado. Um anjo. O diabo. Um clique. A troca de canal.

Uma música. Outro clique. Ele na cama. O amor. O sonho.

O sono. O dia.


Ele levanta. A ida. O beijo. A despedida. A rua. A TV.


O destino.





Nancy Macedo - ( de " 30.000 Caracteres" )






segunda-feira, 25 de outubro de 2010



Charles Bukowski


Hoje na TV Cultura (segunda) às 23h30


e vão dois poemas ......





O Coração Que Ri



A tua vida é a tua vida
Não a deixes ser dividida em submissão fria.


Está atento

Há outros caminhos,
Há uma luz algures.

Pode não ser muita luz mas
vence a escuridão.


Está atento.
Os deuses oferecer-te-ão hipóteses.

Conhece-las.
Agarra-las.


Não podes vencer a morte mas
podes vencer a morte em vida, às vezes.

E quanto mais o aprendes a fazê-lo,
mais luz haverá.

A tua vida é a tua vida.
Memoriza-o enquanto a tens.

És magnífico.

Os deuses esperam por se deliciarem
em ti.




Charles Bukowski




Oh Sim




há coisas piores do que
estar só
mas costuma levar décadas
até que o percebamos
e frequentemente
quando o conseguimos
é demasiado tarde
e nada pior
do que
ser demasiado tarde.





(Traduções de Tiago Nené)




domingo, 24 de outubro de 2010



pouquinho deste músico maravilhoso....




Palhaço (Egberto Gismonti)











sexta-feira, 22 de outubro de 2010


Cotidiano - Chico Buarque (original, 1984)









terça-feira, 19 de outubro de 2010




(Duas visões da minha janela - duas tardes de 2008 ou 2009 - Lauzane Paulista)




(Uma mini fábula)





O sol foi almoçar.


A sombra aproveitou e descansou sobre nós.


O sol não gostou da atitude da sombra.

_ Sombra não pode descansar! Sombra tem que estar atenta!!

A sombra não gostou da atitude do sol.

Brigaram.


Mas toda vez que o sol necessita se ausentar

É a sombra que assume o seu lugar

E vice- versa.

Perceberam então, que ficar de mal não dava.

O sol necessitava da sombra,

como a sombra necessitava do sol.


Assim, ao final de uma tarde

Foram até o poente

E fizeram as pazes.






(Nancy 2009)






domingo, 17 de outubro de 2010

O beijo - Constantin Brancusi ( 1910)




Sossegue Coração




sossegue coração

ainda não é agora

a confusão prossegue

sonhos afora



calma calma



logo mais a gente goza



perto do osso
a carne é mais gostosa






Paulo Leminski



sábado, 16 de outubro de 2010




E como hoje é meu aniversário, o dia está lindo com muito, muito sol; e desde que comecei a entender que existia o dia do meu aniversário e entender que nem todos os dias eram iguais, que tinha dias com sol outros com chuva, outros simplesmente nublados, e que mudava também dependendo do lugar em que se estava, desde então, percebi que no dia 16 de outubro sempre era um dia de muito sol (pelo menos em alguns lugares). E hoje não haveria de ser diferente, ou estaríamos mesmo perto de um colapso atmosférico.


Acho que minha predileção (está claro né) por dias com sol, já vem daí.


E hoje tem muito sol. E hoje é mais um aniversário com a mesma preguiça macunaíma de todo dia 16/10. Nesse com direito a um bolo brigadeiro e velinha, ao meio dia.


Os anos vão mudando, como a gente. Esse ano não terei vários parabéns (como do meu pai por exemplo), mas a gente vai conquistando outros... e assim vai... nesse ritual que comemoramos no dia que marca nosso nascimento. E gosto disto. E acho que já falei demais (rsrsrs) ...


Mais um som na caixa (como diz Pinduca), e vai também para comemorar sua discografia completa "Caixa Preta"... olha abaixo que maravilha Itamar e Isca de Polícia.




Itamar Assumpção - Prezadíssimos Ouvintes











Pois é, hoje é meu aniversário (16/10) ... bacana as já mensagens... obrigada... amanhã a gente comemora.


Saí, desisti de ir mais adiante, tomei uma cerveja e voltei pra casa embaixo de chuva com duas latinhas de cervejas.... no mais....


Como diz meu amigo Pinduca: "Som na Caixa"


(I love essa cantora..... )



Swing Out Sister - Forever Blue (1989)





Swing Out Sister - Breakout (1989)







quarta-feira, 13 de outubro de 2010


Sol. Que bom né... ontem e hoje .... sol (apesar do friozinho ainda) mas... sol !!!! (rsrsrs).


E vai abaixo com uma paisagem linda do RJ.




Carta ao Tom 74 -


Vinicius de Moraes+Quarteto em Cy+Toquinho e Tom Jobim